DORES NA REGIÃO CERVICAL

Dores na região Cervical // Revista Veja 08/07/2013

 

Quem nunca sentiu dores na nuca ou teve um torcicolo? Sabe aquela famosa tensão sobre os ombros que aparece quase que constantemente no final do dia? Pois é, esses são sinais de que a região cervical pode estar sendo sobrecarregada.

Posições simples como ler na cama, andar e sentar no sofá para assistir televisão, se não realizadas de maneira correta, podem afetar a região cervical e até causar dores de cabeça.

Segundo estudos realizados em 2009 pela Sociedade Brasileira de Estudos da Dor, a cervicalgia atinge entre 30 a 50% da população anualmente, sendo que 15% apresentam alguma dor em região cervical ao longo da vida.  Um dos principais fatores que colaboram para elevação desses números é a permanência de longos períodos na frente do computador. A posição de estar sentado à frente do monitor exige uma flexão excessiva do pescoço, que é o responsável por equilibrar nossa cabeça e realizar os movimentos para dirigir a visão.

A cervical é a região mais móvel da nossa coluna e por isso sofre constantemente contrações que aumentam a tensão em todas as estruturas, principalmente as musculares. A dor desse processo pode ser irradiada para os membros superiores devido ao trajeto dos nervos braquiais.

Como evitar esse incômodo? Alongamentos diários auxiliam na redução da tensão gerada ao longo do dia. Tratamentos como Pilates ou RPG são excelentes recursos terapêuticos que têm como objetivo reeducar a postura, fortalecer a musculatura para diminuir a sobrecarga articular e melhorar a conscientização corporal para que as dores e, principalmente, as causas possam ser eliminadas do seu cotidiano.